Quanto Custa Estudar em Harvard? A Melhor do Mundo

Trata-se de uma das instituições de ensino mais renomadas do mundo, mas estudar em Harvard custa muito caro.

A Universidade Harvard é a mais bem conceituada instituição de ensino superior dos EUA. Já formou oito presidentes americanos e nada menos do que 47 ganhadores (entre ex-alunos e professores) do Prêmio Nobel. Estudar em Harvard, no entanto, não é nada barato: sem bolsa de estudos, o investimento anual custa pelo menos US$ 65 mil (R$ 257 mil).



Harvard fica em Cambridge, Massachusetts, e foi fundada em 1636. Inicialmente, foi batizada como “New College”. Três anos depois, recebeu o nome de John Harvard, um de seus principais colaboradores. A instituição não é atrelada a nenhuma agremiação religiosa, mas os primeiros egressos se notabilizaram como pastores, especialmente da Igreja Batista.

Atualmente, é um celeiro de formação de políticos, cientistas, pensadores e celebridades. Apenas para citar alguns dos mais famosos, John F. Kennedy, George W. Bush e Barack Obama assistiram às aulas de Harvard. Muitos estudantes estrangeiros também frequentam os bancos da universidade: mais de 50 mil intercambistas, vindos de 200 países, graduaram-se em Harvard.

Publicidade

estudar em harvard

Quanto Custa Estudar em Harvard?

Além da anuidade de US$ 65 mil de Harvard por uma graduação (que pode chegar a US$ 80 mil em alguns cursos, como Engenharia e Medicina), os estudantes interessados precisam se preparar: viver nos EUA custa bem caro.

Uma vaga em um apartamento de um quarto (acomoda quatro pessoas) custa entre US$ 170 e US$ 230 (R$ 660 a R$ 900) em Cambridge (cidade de Harvard), por mês. Contas de água, eletricidade e telefone ficam em US$ 60 (R$ 240).

O transporte na cidade fica por US$ 56 (R$ 218). O ideal é morar perto do campus, já que a possibilidade de conquistar uma vaga em um alojamento, em Harvard, é praticamente nula para estrangeiros. Ainda é preciso considerar os custos de alimentação (US$ 200, ou R$ 780) e lavanderia, uma vez que, em regra, os apartamentos americanos não são equipados com area de serviço.

Ainda é necessário considerar os custos com passeios e viagens. Mesmo assim, as despesas geralmente ficam abaixo das verificadas em cidades brasileiras como Rio de Janeiro e São Paulo.

melhor universidade do mundo

O que é preciso para estudar em Harvard?

Um bom desempenho no ensino médio é fundamental para quem pretende estudar em Harvard. Ao contrário do que ocorre no Brasil, em que uma série de exames é realizada apenas ao fim dos estudos, o processo seletivo americano considera as notas obtidas nas três séries, que são equivalentes à high school. O desenvolvimento de atividades extracurriculares, inclusive de voluntariado, também conta pontos para o candidato.

Quem se interessa por estudar em Harvard ou em qualquer outra universidade dos EUA deve prestar o SAT (Scholastic Assessment Test). A prova é aplicada em duas fases; na primeira, é preciso responder a questões de inglês e matemática e desenvolver uma redação.

Na segunda fase, os candidatos podem escolher as áreas em que querem ser avaliados, de acordo com a carreira desejada: química, física, história dos EUA, história contemporânea e idiomas. A pontuação máxima do SAT é 2.400 e ninguém consegue estudar em Harvard se obtiver menos de 1.900 pontos.

Também é necessário apresentar duas cartas de apresentação: uma delas deve ser do diretor ou coordenador pedagógico da escola em que cursou o ensino médio e a outra, de alguém envolvido com o aprendizado, como um professor ou coordenador de área.

Os alunos devem se submeter ao TOEFL (Test of English as a Foreign Language), para comprovar proficiência em inglês. Prêmios acadêmicos (como Olimpíadas de Ciências, por exemplo) também aumentam as chances.