Quanto Custa um Clareamento Dental – Preço do Tratamento

Existem vários tipos de clareamento dental. Veja quanto custa deixar o sorriso mais bonito.

Não é necessários esperar que os dentes estejam manchados ou escuros demais para se decidir por um clareamento dental. O procedimento pode ser feito a cada três meses, ou sempre que o paciente esteja insatisfeito com a cor dos dentes.



Quanto Custa um Clareamento Dental?

clarear dentes preço

Claro, isto tem um custo. Para problemas pontuais, existem cremes dentais que podem garantir dentes brilhantes em poucos dias. Casos mais acentuados podem ser corrigidos em casa, com kits que custam menos de R$ 100.

Publicidade

No entanto, se for necessário recorrer ao consultório do dentista, um clareamento dental custa entre R$ 500 e R$ 1.000. Em casos mais graves, o valor pode atingir os R$ 3.000.

O preço do clareamento dental varia de acordo com a região, em função da disponibilidade de profissionais e de material. O Conselho Federal de Odontologia estabelece preços básicos para todos os tratamentos dentários (são os Valores Referenciais para Procedimentos Odontológicos – VRPO), mas a tabela é apenas uma referência para os dentistas.

Além disto, muitos dentistas reclamam que a VRPO está bastante defasada.

clareamento dental

Tratamento para clarear os dentes

O preço do clareamento dental varia também segundo o número de sessões necessárias para a obtenção do melhor resultado possível. A técnica (escolhida pelo dentista, de acordo os motivos do escurecimento e com o grau de comprometimento) também pode influenciar no custo.

O tratamento no consultório, apesar de bem mais caro do que os kits caseiros, mas conta com a orientação profissional, importante para manter o bom aspecto dos dentes por mais tempo. Além disto, é importante lembrar que a base do clareamento dental é a aplicação de um produto químico clareador (na maioria dos casos, peróxido de hidrogênio ou peróxido de carbamida), que exige os mesmos cuidados de qualquer outro medicamento.

Os produtos comprados sem avaliação adequada podem trazer concentrações dos agentes químicos diferentes das ideais para cada caso, o que pode inclusive comprometer a saúde bucal, afetando principalmente as gengivas, parte interna das bochechas e mucosa.

Alguns cremes dentais podem complementar o clareamento dental e aumentar a sua durabilidade, mas devem ser preferencialmente indicados por um dentista ou farmacêutico.

Antes de clarear os dentes, é preciso que seja feita uma avaliação completa dos dentes. O paciente pode ter cáries ocultas e outros problemas bucais. Somente depois de um tratamento completo será possível realizar o clareamento dental.

Quem pode fazer clareamento dental?

O clareamento dental é um procedimento que pode ser feito em qualquer paciente (com exceção das grávidas ou com perspectivas de engravidar), desde que os dentes estejam saudáveis, perfeitos e sem grandes restaurações em resina completa. Os géis clareadores não produzem nenhum efeito sobre resinas e porcelanas.

O prazo mínimo para o clareamento dental é de três sessões (de uma hora cada), com géis clareadores, ativados ou não por laser. Depois do trabalho inicial, o tratamento pode ter sequência. Para isto, o dentista providencia uma moldeira sob medida para o paciente.

Existem casos em que o clareamento dental é contraindicado: pacientes que se submeteram a tratamentos com Tetraciclina (antibiótico) durante a infância podem ter tido a impregnação da dentina com uma substância castanha, que provoca manchas irreversíveis. Neste caso, pode-se corrigir o problema com facetas laminadas de porcelana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *