Quanto Custa uma Endoscopia – Preço e Valor do Exame

É um exame para identificar problemas do sistema digestório. Veja quanto custa uma endoscopia.

A endoscopia é um procedimento médico pouco invasivo indicado para a verificação de irregularidades no esôfago e órgãos abdominais (estômago e intestinos). A avaliação é gratuita no SUS (Sistema Único de Saúde), está prevista na maioria dos planos de saúde (individuais e corporativos) e, na rede particular, custa entre R$ 150 e R$ 250.



O valor depende de vários fatores. Em uma clínica particular, o encaminhamento para um laboratório de exames clínicos é menos frequente e, por isto, mais caro do que o realizado por um hospital particular. Neste último, muitas instituições são equipadas com os instrumentos necessários para a realização do procedimento, reduzindo o custo de uma endoscopia.

Quanto Custa uma Endoscopia?

endoscopia preço

Publicidade

Preço: R$150 a R$250

Uma endoscopia pode custar mais caro também se for associada a outros procedimentos, tais como amostras de mucosas, biópsias, introdução de balões intragástricos, etc.

O que é uma endoscopia?

O paciente submetido a uma endoscopia tem um tubo fino e flexível (o endoscópio), com uma câmera de alta definição na extremidade, introduzido (através da boca), para análise em tempo real do esôfago, estômago e duodeno (a primeira porção do intestino delgado): um chip transmite as imagens e as transmite para um processador, permitindo a visualização em um monitor ao lado da maca do paciente.

Com este procedimento, doenças relativamente comuns, tais como gastrites, úlceras gástricas e duodenais, esofagite de refluxo e tumores nestes órgãos podem ser identificados e avaliados. Como método auxiliar, a endoscopia permite a coleta de biópsias, para caracterização de quistos e tumores. O exame é indolor e não oferece riscos à integridade do paciente.

Em geral, a endoscopia é solicitada quando, no consultório, o paciente se queixa de azia, refluxo, inchaço abdominal, etc. Estes sintomas podem indicar apenas a manutenção de uma dieta alimentar inadequada, mas também podem sinalizar problemas mais graves, como uma úlcera ou mesmo um câncer de esôfago ou estômago.

O procedimento é realizado sob o efeito de um sedativo intravenoso e, à escolha do médico, também sob o efeito de um anestésico local na garganta, geralmente à base de xilocaína, para impedir tosse, ânsias e engasgos.

Para realizar uma endoscopia, é necessário formação em Medicina e especialização em gastroenterologia, preferencialmente com formação específica em endoscopia digestória.

preço endoscopia

Os cuidados para fazer endoscopia

Ao receber a indicação para uma endoscopia, o paciente precisa tomar alguns cuidados. É necessário manter jejum entre oito e 12 horas antes da realização do exame. Em alguns casos, o médico pode orientar sobre a suspensão de alguns medicamentos nos dias anteriores à realização do procedimento, especialmente os que diluem o sangue e prejudicam a cicatrização.

A endoscopia não demanda repouso, mas a anestesia pode impedir algumas tarefas, como dirigir ou trabalhar, já que a concentração permanece afetada por algumas horas. Recomenda-se que o paciente seja acompanhado por um familiar, para garantir um retorno tranquilo a casa.

O procedimento praticamente não apresenta riscos, mas, como qualquer ato cirúrgico, eles existem. Apesar de incomuns, podem ocorrer sangramentos (especialmente em locais de retirada de tecidos); tecnicamente, também é possível a ocorrência de perfurações nos órgãos analisados.

Alguns pacientes submetidos a uma endoscopia podem apresentar reações alérgicas, como dificuldade para respirar, transpiração excessiva, queda da pressão arterial, espasmos de laringe e bradicardia. Todos estes efeitos têm curta duração e não oferecem riscos de longo prazo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *